Felipe Neto processa o pastor Silas Malafaia após episódio na Bienal

Felipe Neto processa o pastor Silas Malafaia após episódio na Bienal

11 de outubro de 2019 0 Por Clayton Lima
Felipe Neto
Felipe Neto entra com processo contra Silas Malafaia (Imagem: Reprodução / Instagram)

Felipe Neto, baseado no episódio da Bienal do Livro no Rio, está processando o pastor Silas Malafaia por injúria e difamação. O youtuber cita um vídeo em que o pastor o define como “bandido e canalha”.

No vídeo mencionado pelo famoso, publicado no dia 7 de setembro, o pastor não fala o nome do jovem. Malafaia criticou a distribuição de revistas de temática LGBTQ+ na entrada da Bienal.

Na ocasião, Felipe Neto tinha comprado cerca de 14 mil livros com o tema após a tentativa de censura do prefeito Marcelo Crivella (PRB). O processo tramita no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, segundo informações do site UOL.

Polêmico, o veterano afirma no vídeo intitulado: “Canalhas! Bienal RJ comete crime contra crianças e adolescentes”, que “tem um bandido, um canalha que quer distribuir revistas na porta com cenas libidinosas. Bota esse canalha na cadeia”.

No final de setembro, o ex-Globo já tinha mostrado a intenção de processá-lo: “Estamos dando entrada com processo criminal contra Silas Malafaia, após este ter dito que sou ‘bandido’ e dito: ‘Bota este canalha na cadeia’, além de vários outros absurdos”.

Ainda de acordo com a reportagem, a assessoria de Felipe Neto garante que o processo irá tramitar normalmente na Justiça e os advogados irão tomar as medidas cabíveis. A assessoria de Silas Malafaia, ainda não notificado pela Justiça, disse que consultaria o seu departamento jurídico.

Sobrinho gato de Silas Malafaia aparece aos beijos com famoso no RIR

Famoso por ser sobrinho do pastor Silas Malafaia e militante LGBTQIAP+, o modelo Rodrigo Westermann Malafaia deu o que falar no RIR (Rock in Rio) por causa do seu romance com um ex-integrante do The Voice.

Os dois já vêm fazendo a alegria do público com as fotos no Instagram e estiveram no camarote da empresa Heineken na noite de sábado (5), onde conversaram com o jornalista Rafael Godinho, do UOL, e abriram o jogo sobre a relação.

“Vim curtir o show da Anitta, da Pink e do Black Eyed Peas. Também queria ir no Palco Sunset ver Anavitoria, mas não sei se consigo. Hoje, o line-up está ótimo. Bem gay. Poc in Rio”, brincou o sobrinho de Silas Malafaia.

Em seguida, ele se pronunciou sobre o fato do tio ter atacado o seu relacionamento com o músico: “Ele fez dois tweets acabando comigo, me chamando de pilantra e falando que era mentira, que eu tinha falado aquilo para me promover”.

“Eu postei até meu RG nas redes sociais. Ele não é um parente próximo, não tenho convívio com ele, mas ele é meu parente sim”, admitiu, revelando a atitude de sua família evangélica após a descoberta de sua homossexualidade.

“Sofri terror psicológico, fui colocado em psicólogo evangélico à força na adolescência. Fiquei sem celular, me seguiam até a entrada e saída da escola. Era uma família que dizia que me amava muito, ou ama, eu não sei dizer”, lamentou.

O post Felipe Neto processa o pastor Silas Malafaia após episódio na Bienal apareceu primeiro em RD1 – Terra.