Chapecoense vence e rebaixa o CSA para a série B do Campeonato Brasileiro

Chapecoense vence e rebaixa o CSA para a série B do Campeonato Brasileiro

4 de dezembro de 2019 0 Por Clayton Lima

Azulão perde da Chapecoense por 3 a 0 e não tem mais chance de permanência

A torcida já esperava o desfecho, mas agora é oficial. Derrotado pela Chapecoense nesta quarta, o CSA foi rebaixado para a Série B do Brasileiro. Gustavo Campanharo, Arthur Gomes e Maurício Ramos fizeram os gols da vitória por 3 a 0.

Batido na Arena Condá, o Azulão continua com 32 pontos, na 18ª colocação, e não pode alcançar mais o Ceará, que tem 38 e é primeiro time fora da zona do rebaixamento. Domingo, o CSA se despede do Brasileirão no Rei Pelé, às 16h, contra o São Paulo.

Três acessos seguidos

O CSA se orgulha de ter chegado à Série A com três acessos seguidos no Brasileiro. Em 2018, conquistou um feito inédito no futebol nacional. Agora, precisa aprender com o revés em 2020 para recuperar as forças na Série B.

CSA foi batido pela Chapecoense nesta quarta — Foto: Tarla Wolski/Futura Press

CSA foi batido pela Chapecoense nesta quarta — Foto: Tarla Wolski/Futura Press

Lembranças

O CSA voltou à Série A depois de 31 anos e fez até jogos marcantes. Empatou com São Paulo, Palmeiras e Santos. Venceu o Fluminense no Maracanã, bateu o Cruzeiro no Mineirão. Levantou a torcida em casa nas vitórias sobre Corinthians e Inter, mas não resistiu. Perdeu quatro dos últimos cinco jogos e viu o bloco do rebaixamento se distanciar.

O CSA lutou contra o rebaixamento até a penúltima rodada e a partir da próxima segunda-feira já inicia o planejamento para 2020. A diretoria promete montar um time competitivo para brigar pelo retorno ao Brasileirão.

Torcida do CSA no Rei Pelé — Foto: Felipe Nayland/ Gazeta de Alagoas

Torcida do CSA no Rei Pelé — Foto: Felipe Nayland/ Gazeta de Alagoas

Três técnicos

O CSA iniciou o Brasileirão com o técnico Marcelo Cabo. Na parada da Copa América, a diretoria decidiu substituí-lo por Argel Fucks, no início de julho. O treinador gaúcho comandou o time até a 35ª rodada. Após a vitória sobre o Cruzeiro no Mineirão, ele recebeu uma proposta do Ceará e deixou o clube. O auxiliar Jacozinho foi efetivado nos três jogos finais.

Fonte: GE