Campeonato Brasileiro

Clássico-Rei entre Ceará e Fortaleza agita rodada do Brasileirão

Confronto que reúne os maiores campeões cearenses acontece pela quarta vez em 2020 nesta quarta-feira (2) na Arena Castelão

Após se enfrentarem na semifinal da Copa do Nordeste, Ceará Fortaleza se reencontram nesta noite na Arena Castelão, desta vez pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. O equilíbrio define as edições do Clássico-Rei em 2020. Até agora foram três jogos, sendo uma vitória para cada lado e um empate.

O Brasileirão começou de forma semelhante para ambas as equipes. O Fortaleza é o melhor time do Nordeste na classificação, com oito pontos, e está em sétimo lugar – duas vitórias, dois empates e duas derrotas. Já o Ceará ocupa a 11ª posição – venceu dois, empatou um e perdeu três jogos.

Defesa do Ceará preocupa

Sem Lima, suspenso, Klaus e Rodrigão, vetados pelo Departamento Médico, Guto Ferreira deve promover a volta do zagueiro Luiz Otávio e do volante William Oliveira à equipe titular.

Os destaques do time são Fernando Sobral e Vina, responsáveis por municiar o setor ofensivo. O time possui a segunda pior defesa do campeonato, com nove gols sofridos, um a menos do que o Red Bull Bragantino, que abre a zona de rebaixamento.

“A cidade muda muda totalmente em dia de clássico. Se nós vencermos vamos ocupar uma posição ainda melhor. Então, dadas as circunstâncias de tabela, importância e peso é uma partida diferente. Eu espero que a gente possa estar ligado e atento lá atrás e ser decisivo lá na frente. Em clássico, o mais importante não é nem jogar bem, é vencer“, declarou o zagueiro Luiz Otávio na véspera da partida.

Provável escalação do Ceará: Fernando Prass; Samuel Xavier, Tiago, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Charles, William Oliveira e Vinícius; Fernando Sobral, Leandro Carvalho e Cléber.

Fortaleza busca manter sequência

Sem perder há quatro jogos, o tricolor deve entrar em campo com mudanças em relação à equipe que venceu o Red Bull Bragantino por 3 a 0. O lateral Tinga é dúvida, assim como o zagueiro Jackson. Já no meio de campo a principal disputa é entre Marlon e Juninho. Nenhum jogador está suspenso, portanto a escalação depende das questões físicas e técnicas analisadas por Rogério Ceni.

“O elenco não possui tantas opções, são muitos jovens e outros que vem da base para nos ajudar, aí não é possível fazer tantas variações na equipe. O Ceará tem muitas opções de jogo, pode trocar quatro ou cinco jogadores que joga da mesma maneira”, comentou o técnico do Leão do Pici.

Provável escalação do Fortaleza: Felipe Alves; Gabriel Dias, Paulão, Quintero e Bruno Melo; Felipe e Juninho; Romarinho, David, Osvaldo e Wellington Paulista.

Fonte: Vavel

 

Click to comment

Deixe uma resposta

To Top
%d blogueiros gostam disto: