Campeonato Brasileiro

Com gol no fim, Corinthians bate Goiás fora de casa e se afasta do Z4 do Brasileiro

Timão sofre, mas vence e deixa anfitriões na zona da degola

Corinthians venceu o Goiás na Serrinha e alivia a pressão no Campeonato Brasileiro (Foto: Rodrigo Coca/Ag Corinthians)

O Corinthians conquistou sua segunda vitória no Campeonato Brasileiro ao bater o Goiás no sufoco, por 2 a 1, no Estádio da Serrinha, pela sétima rodada. O gol marcado por Danilo Avelar aos 45 do segundo tempo fez a equipe alvinegra se afastar da zona de rebaixamento e manteve o time esmeraldino na degola. O resultado alivia a pressão sobre o técnico Tiago Nunes, que vinha sofrendo críticas pelos últimos resultados e atuações irregulares.

O JOGO 

O Corinthians iniciou a partida com novidades na escalação: Léo Piton, Camacho, Luan e Gustavo Mosquito foram titulares. “As mudanças são por vários aspectos: físicos, táticos e técnicos. Para evoluir como equipe. Alguns quesitos já estão melhorando”, justificou o técnico Tiago Nunes.

Gustavo Mosquito conseguiu resolver um pouco de um dos problemas que o Corinthians tem tido ao longo da temporada, a falta de profundidade e de velocidade pelo lado. Aberto pela esquerda, ele quase abriu o placar aos 13 minutos de jogo.

O Corinthians, aos poucos, ia dominando o Goiás. E abriu o placar em um lance praticamente igual ao gol marcado na derrota por 2 a 1 no clássico diante do São Paulo, na rodada passada. Cantillo deu lindo lançamento para Ramiro na ponta direita, o meia tocou de cabeça para o meio da área e o zagueiro Fábio Sanches fez contra.

Depois do gol sofrido, o Goiás só foi levar perigo no fim do primeiro tempo. Cássio salvou o Corinthians duas vezes no mesmo lance. O sistema defensivo alvinegro, fundamental para o sucesso da equipe nos últimos anos, mostrou novamente que ainda não conseguiu se encaixar nesta temporada.

Os espaços defensivos fizeram Tiago Nunes retornar do intervalo com Gabriel na vaga de Camacho. Um volante de marcação na vaga de um volante com características mais ofensivas, de saída de bola e chegada ao ataque. Mesmo com a mudança, o Corinthians voltou a vacilar. Logo no começo do segundo tempo, a equipe esmeraldino chegou com perigo e a zaga corintiana conseguiu afastar após bate-rebate na pequena área.

Os primeiros minutos do segundo tempo foram de pressão do Goiás. O Corinthians não conseguia passar do meio de campo e contava com os erros do adversário para não sofrer o empate. Faltava qualidade para o time esmeraldino concluir as jogadas.

Após muita pressão, o Goiás enfim empatou. Figueira recebeu pelo lado direito, viu Vinícius entrando no buraco deixado pela zaga corintiana. O atacante recebeu nas costas de Gil e tocou por baixo de Cássio. Gol merecido e marcado em jogada de dois jogadores recém-promovidos da base do Goiás.

Tiago Nunes, então, resolveu fazer substituições no ataque, mas o Corinthians só foi esboçar certa pressão na parte final da partida. Quando o jogo parecia que iria terminar empatado, Danilo Avelar aproveitou cobrança de escanteio e marcou aos 45 minutos.

GOIÁS 1 x 2 CORINTHIANS

GOIÁS

Tadeu; Pintado, Fábio Sanches, Rafael Vaz e Jefferson; Sandro, Ratinho (Figueira) e Daniel Bessa; Keko (Ignacio Jara), Vinícius (Douglas Baggio) e Mike (Quevedo)

Técnico: Thiago Larghi
CORINTHIANS
Cássio; Fagner, Gil, Danilo Avelar e Lucas Piton; Camacho (Gabriel), Cantillo (Éderson) e Luan (Araos); Ramiro (Léo Natel), Gustavo Mosquito (Otero) e Jô
Técnico: Tiago Nunes
Local: Estádio da Serrinha, em Goiânia (GO)
Data: quarta-feira, 2 de setembro
Árbitro: José Mendonça da Silva Junior (PR)
GOLS: Fábio Sanches (contra), aos 27min do 1ºT; Vinícius, 19, e Danilo Avelar, aos 45min do 2ºT
Cartões amarelos: Ramiro, Fagner, Otero (COR); Vinícius (GOI)
Fonte: SuperEsportes
Click to comment

Deixe uma resposta

To Top
%d blogueiros gostam disto: