De Olho Na Novela

Fátima Bernardes não perdoa e ironiza polêmica de ministro Pazuello

Fátima Bernardes

Fátima Bernardes

Fátima Bernardes
Fátima Bernardes reage após fala de ministro Pazuello (Imagem: Reprodução / Globo)

Fátima Bernardes ironizou o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, após a fala polêmica do integrante do governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de que a vacinação contra o novo coronavírus “vai começar no dia D e na hora H”.



O auxiliar do “capitão” afirmou que as primeiras doses serão dadas quatro dias após a Anvisa dar o sinal verde para as vacinas de Oxford e do Butantan. Contudo, ele não cravou nenhuma data para o início da campanha de imunização.

No comando do quadro Bem Estar, Michelle Loreto passou o bastão para Fátima e disse que seu desejo é voltar ao programa matinal para “dizer que já tem uma vacina aprovada no Brasil”.

“Esse vai ser o dia D, então? Quatro dias depois de aprovada”, provocou Fátima Bernardes. “O dia D. Depois a gente sabe da Hora H do mês M”, emendou Loreto. As duas caíram na gargalhada.

Em Manaus, o epicentro de novos casos da segunda onda da Covid-19 no país, o ministro Pazuello deu a seguinte declaração: “Todos os Estados receberão simultaneamente as vacinas. A vacina vai começar no dia D e na hora D. No dia D e na hora H no Brasil”.

Paulo CarvalhoPaulo Carvalho

Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email paullocarvalho19@gmail.com.

O post Fátima Bernardes não perdoa e ironiza polêmica de ministro Pazuello apareceu primeiro em RD1.

Comments
To Top