De Olho Na Novela

Tela Quente presta homenagem a Chadwick Bozeman e exibe o filme Pantera Negra

Em homenagem ao ator, que faleceu sexta-feira, 28/8, a Globo exibe uma das maiores bilheterias de todos os tempos, com apresentação de Manoel Soares: ‘É lindo fazer essa homenagem para um homem e um filme que transformaram o imaginário social’

Boseman como o rei T’Challa em ‘Pantera Negra’ — Foto: Reprodução internet

“Wakanda Forever.” O gesto do príncipe T’Challa, em “Pantera Negra”, o maior poder de Wakanda, ficará eternamente como um abraço, na memória e no coração de seus fãs. Muitas homenagens estão sendo feitas para o ator americano Chadwick Boseman, que morreu sexta-feira, 28/8, aos 43 anos, vítima de câncer de cólon. A Globo também presta homenagem e exibe pela primeira vez, nesta segunda-feira, na Tela Quente (após Fina Estampa), a produção de 2018 que marcou para sempre a carreira do astro.

Antes da exibição do filme, o apresentador Manoel Soares, do time do É de Casa, fala sobre a importância histórica de um filme de super-herói ter sido protagonizado por um ator negro:

“Eu esperei quase 40 anos para ter um super-herói parecido comigo e a pessoa que personificou esse sonho não está mais entre nós. Chadwik Boseman representou essa geração que ansiava por isso e se espelhou nessa conquista. Nesse momento em que o povo negro luta muito por representatividade, é lindo a TV Globo fazer essa homenagem para um homem e um filme que transformaram o imaginário social.”

Maju Coutinho e Manoel Soares fazem ‘Wakanda Forever’ — Foto: Reprodução / Instagram

Manoel completa: “Hoje, quando se pensa em África não se pensa só em pobreza e morte, mas também em Wakanda”. O apresentador de 40 anos gravou a chamada para o filme de sua casa, com direito a cartaz e bonecos do personagem de seu acervo pessoal no cenário. “Me fantasio de Pantera Negra para os meus filhos. Tenho paixão pelo personagem e também por isso é um orgulho imenso interagir com o filme através dessa homenagem”, afirma Manoel Soares.

Trajetória

Boseman também era produtor, diretor e roteirista e escreveu peças de teatro na escola durante sua infância. Não houve teste de elenco, ele foi o único nome pensado para o papel. Durante as gravações da atração exibida hoje à noite, Chadwick já estava doente, mas não chegou a falar publicamente sobre sua luta particular.

‘Pantera Negra’ será exibido nesta segunda-feira na ‘Tela Quente’ — Foto: Divulgação

Sucesso absoluto nos cinemas

“Pantera Negra” tem a força! 💪 Dirigido por Ryan Coogler, é a quinta maior bilheteria de super-herói, perdendo somente para os filmes dos “Avengers” (Os Vingadores). Conta a história do príncipe T’Challa (Chadwick Boseman), que retorna a Wakanda, uma nação africana isolada do mundo.

O filme recebeu diversos prêmios, com total de sete indicações no Oscar 2019, com vitórias para Melhor Figurino, Melhor Trilha Sonora Original e Melhor Direção de Arte. Foi o primeiro filme de super-herói a receber uma indicação de Melhor Filme e o primeiro título Marvel a ganhar um Oscar. Também recebeu três indicações no Globo de Ouro 2019, obteve duas vitórias no Screen Actors Guild 2019 e doze indicações no 24º Critics’ Choice Movie Awards, vencendo três prêmios.

Chadwick Boseman e Lupita Nyong’o — Foto: Divulgação

Curiosidades

Os críticos e o público consideram “Pantera Negra” um dos melhores filmes de super-herói de todos os tempos, principalmente pelo significado cultural de um afro-americano liderar uma produção da Marvel Studios, além de um elenco composto em sua maioria por atores negros. Grande sucesso de bilheteria, foi o quinto título Marvel a ultrapassar 1 bilhão de dólares em arrecadação mundial.

Nos bastidores, outra ação que ficará para sempre na história foi a atriz Lupita Nyong’o pagar por 600 ingressos para crianças assistirem “Pantera Negra” em sua cidade natal, Kisumu, no Quênia 👊

A frase “Levante-se, você é um rei”, dita pelo pai de T’Challa tem grande força no combate ao racismo mundial. Além disso, a produção foi liderada por mulheres negras e evidencia a importância da visibilidade e inclusão dentro e fora das telas.

Chadwick Boseman em ‘Pantera Negra’ — Foto: Divulgação

Para sempre Boseman 🖤

A primeira aparição de Chadwick Boseman na TV foi em 2003, na série “Parceiros da Vida”. Ele também teve papéis curtos em “CSI” e “Plantão Médico”.

O primeiro protagonista veio em 2013, no filme “42: a História de uma Lenda” que conta a vida de Jackie Robinson, o primeiro jogador de beisebol negro da liga americana. Logo depois, em 2014, atuou no filme “Get On Up: a História de James Brown”, ao viver o famoso artista do soul, e, em 2016 viveu o Deus Thot, de “Deuses do Egito”. Seu último trabalho, ainda inédito, é “Ma Rainey’s Black Bottom”, com Viola Davis.

Cena de ação de ‘Pantera Negra’ — Foto: Divulgação

Fonte: GShow

Click to comment

Deixe uma resposta

To Top
%d blogueiros gostam disto: