Esportes

Bahia empata com o Jacuipense e garante presença em 9ª decisão seguida do Baianão

Jadson e Jeferson Douglas balançam as redes pelo Tricolor, que enfrenta o Atlético de Alagoinhas na final. Rafael Bastos e Raniele marcam golaços pelo Leão do Sisal

Pelo nono ano consecutivo, o Bahia será um dos finalistas do Campeonato Baiano. A vaga na decisão do estadual foi conquistada neste domingo, com um empate em 2 a 2 com o Jacuipense, no estádio de Pituaçu, em Salvador. Os gols do Tricolor foram marcados pelo volante Jadson e pelo atacante Jeferson Douglas. Rafael Bastos e Raniele balançaram as redes pelo Leão do Sisal.

A final

O Bahia enfrentará o Atlético de Alagoinhas na decisão do Baianão 2020. Na primeira fase, o Carcará venceu o Tricolor pelo placar de 1 a 0. As datas dos confrontos de ida e volta ainda não foram definidas pela Federação Bahiana de Futebol (FBF). A tendência é que a primeira partida ocorra na próxima quarta-feira, enquanto o segundo jogo deverá ser marcado de acordo com a agenda das duas equipes.

Placar agregado

Como o Bahia havia vencido o jogo de ida, disputado em Riachão do Jacuípe, pelo placar de 2 a 0, o agregado da semifinal ficou em 4 a 2 para o Tricolor. Com os resultados das semifinais, o Leão do Sisal finaliza a competição na 4ª colocação, atrás do Juazeirense, que foi eliminado pelo Atlético de Alagoinhas.

O primeiro tempo

Com a necessidade de vencer por um placar elástico para conseguir a vaga na final, o Jacuipense adotou uma postura agressiva. Adiantou as linhas e pressionou a saída de bola do Bahia, o que deixou a defesa tricolor em dificuldades. Porém, o time de Roger Machado conseguiu se adaptar ao estilo de jogo e passou a levar perigo, principalmente em lances de contra-ataque. Saldanha desperdiçou a primeira grande chance da equipe, mas Jadson não bobeou quando teve a oportunidade. Em contragolpe, o volante surgiu no ataque como elemento surpresa, chutou no alto para vencer o goleiro Luan e balançou as redes pela primeira vez com a camisa do Bahia.

O segundo tempo

O placar adverso fez o Jacuipense se lançar ainda mais ao ataque, o que abriu espaço para o Bahia contra-atacar. Mas o Tricolor não aproveitou a principal chance para ampliar a partida, com Marco Antônio, que ficou cara a cara com o goleiro Luan e não acertou o alvo. O castigo veio na sequência. Formado nas categorias de base do Bahia, o experiente meia Rafael Bastos cobrou falta com categoria e igualou o placar para o Leão do Sisal. Em respeito ao ex-clube, ele não comemorou. O segundo tempo continuou agitado, com o Tricolor novamente na frente do placar após gol marcado por Jeferson Douglas. Só que, no lance seguinte, Raniele acertou um chutaço de fora da área e empatou novamente a partida. O empate serviu de prêmio de consolo para o Jacuipense, que fez no estadual 2020 a melhor campanha da sua história.

Fonte: GE

 

Click to comment

Deixe uma resposta

To Top
%d blogueiros gostam disto: