Esportes

Em duelo raro de invictos, Borrachinha e Adesanya disputam cinturão no UFC

Lutadores se enfrentam na Ilha da Luta, em Abu Dhabi. Desafiante e campeão ainda não perderam no evento

Invictos: Adesanya enfrenta Borrachinha no UFC 253 na Ilha da Luta Foto: Montagem Internet

Paulo “Borrachinha” Costa já entrou para a história do UFC. Na noite deste sábado (26/9), o brasileiro é o desafiante ao cinturão dos médios do maior evento de lutas do mundo. O campeão e detentor do cinturão é o nigeriano Israel Adesanya. O confronto é o segundo em toda a história da organização entre lutadores invictos, entre os homens.

O mesmo só aconteceu no duelo entre Lyoto Machida e Rashad Evans, quando o brasileiro destronou o campeão com um nocaute avassalador. É o que Borrachinha espera repetir neste sábado. Mas a tarefa não será das mais simples.

O rival desta noite possui 19 vitórias, 14 delas por nocaute. A expectativa é de uma luta de muita trocação. O brasileiro não fica para trás e de 13 lutas no cartel, em 12 Borrachinha não deixou o combate ser decidido pelos juízes.

O brasileiro falou sobre o que espera da luta com o nigeriano. “Vai ser uma luta eletrizante. Não vou deixar a luta do Adesanya ser morna como a última luta dele, a mais recente, contra o Yoel Romero. Eu vou buscar a luta e vou fazer valer a nossa raça do Brasil. Vou mostrar que a gente tem potencial para ser campeão e dominar. É muito especial estar aqui representando todos os brasileiros. Os brasileiros botam muita esperança no peso-médio e estou muito feliz de poder representar o nosso país aqui”, disse.

Carta na manga

A pesagem do UFC 253 foi de muita provocação entre desafiante e campeão. Faixa preta de Jiu-Jítsu, o brasileiro zombou do rival. E é no chão que Borrachinha também pode levar vantagem sobre o rival, embora tenha precisado usar pouco da arte suave no UFC.

“Eu estava com a faixa preta e ele falou: “Pô, está com a faixa preta?” E eu respondi: “Não fica com inveja, não, que eu tenho uma faixa pra você também…” E ele ficou nervoso. Acho que isso mexeu com ele, porque ele ficou nervoso. Ele é um faixa-branca e eu sou um faixa-preta, né? Estou aqui representando o jiu-jítsu. Eu vim do jiu-jítsu. Comecei no muay thai com nove anos e depois fui para o jiu-jítsu com 12 anos. Sou faixa-preta e muita gente não sabe, porque me veem lutando em pé, mas é porque eu ainda não precisei usar o jiu-jítsu. Eu tenho uma finalização na carreira, algumas lutas eu levei para o chão… Ele é um faixa-azul meio de mentirinha. Só é azul porque é lutador do UFC, porque na verdade é faixa-branca”, provocou.

O UFC 253 começa às 20h, com o card preliminar. As lutas principais do evento têm início previsto para 23h (horário de Brasília). Confira as lutas do evento:

UFC 253
26 de setembro de 2020 em Abu Dhabi
CARD PRINCIPAL (23h, horário de Brasília):
Peso-médio: Israel Adesanya x Paulo Borrachinha
Peso-meio-pesado: Dominick Reyes x Jan Blachowicz
Peso-mosca: Kai Kara-France x Brandon Royval
Peso-galo: Ketlen Vieira x Sijara Eubanks
Peso-pena: Hakeem Dawodu x Zubaira Tukhugov
CARD PRELIMINAR (20h, horário de Brasília):
Peso-leve: Brad Riddell x Alex Leko
Peso-meio-médio: Diego Sanchez x Jake Matthews
Peso-pena: Shane Young x Ludovit Klein
Peso-meio-pesado: William Knight x Aleksa Camur
Peso-pesado: Juan Espino x Jeff Hughes
Peso-meio-pesado: Khadis Ibragimov x Danilo Marques

Fonte: Metropoles

 

Click to comment

Deixe uma resposta

To Top
%d blogueiros gostam disto: