Campeonato Brasileiro

Em grande jogo, Atlético vence atual campeão Flamengo na estreia no Brasileiro

Time do técnico Jorge Sampaoli levou a melhor em plano Maracanã

Marquinhos e Arana participaram do gol do Atlético contra o Flamengo (Foto: Bruno Cantini/Atlético)

A rodada de abertura do Campeonato Brasileiro colocou frente a frente dois dos principais candidatos ao título. E as expecativas foram cumpridas. O Atlético de Jorge Sampaoli e o atual campeão Flamengo fizeram um grande jogo no Maracanã, na tarde deste domingo. E a equipe alvinegra levou a melhor. Com um gol contra do lateral-esquerdo Filipe Luís ainda no primeiro tempo, os visitantes venceram por 1 a 0 e quebraram longa invencibilidade rubro-negra, que desde 2018 não perdia em casa na competição.

Com a vitória, o Atlético chega aos três pontos na tabela de classificação e se iguala a outras quatro equipes: Athletico-PR, Sport, Santos e Internacional. Sem pontuar, o Flamengo se junta a Ceará, Red Bull Bragantino, Fortaleza e Coritiba, que também perderam na estreia.

Nesta quarta-feira, as equipes voltam a campo pela segunda rodada do Brasileirão. A partir das 19h15, o Atlético recebe o Corinthians, no Mineirão. Já o Flamengo visita o Atlético-GO, no Estádio Olímpico, em Goiânia, em jogo marcado para 20h30.

Alta intensidade

Flamengo e Atlético fizeram um primeiro tempo em altíssima velocidade. Com linhas ofensivas velozes, as equipes trocaram ataques e contra-ataques. Sem a bola, pressionaram a saída de bola adversária – muitas vezes de forma eficiente.
Em casa, a equipe do estreante técnico espanhol Domènec Torrent teve mais oportunidades. Bruno Henrique e Gabriel perderam chances claríssimas, criadas especialmente a partir de erros alvinegros. A trave, o goleiro Rafael e a sorte ajudaram os visitantes.
Ainda que tenha ficado com a posse por menos tempo e criado menos oportunidades, o Atlético de Jorge Sampaoli se mostrou corajoso. As escapadas de Marquinhos, pela esquerda, foram a principal ameaça à marcação rubro-negra.
Numa dessas, o jovem de 20 anos – substituto de Keno – encontrou Guilherme Arana, que cruzou para a área. Aniversariante do dia, Filipe Luís tentou cortar, mas mandou contra, aos 23’: 1 a 0.
Depois do gol, o quarteto ofensivo flamenguista continuou como grande perigo para o trio de zaga alvinegra. Incomodado com a pressão adversária, Sampaoli nem esperou o fim do primeiro tempo para mudar o sistema tático: o volante Jair entrou na vaga do zagueiro Gabriel, que já havia recebido cartão amarelo.

Atlético mais seguro

Pouco mudou o cenário da partida no segundo tempo. Atrás no marcador, o Flamengo seguiu em cima. Já o Atlético corria riscos, mas também gerava perigo ao gol rubro-negro.

Com lançamentos, os donos da casa tentavam se aproveitar da linha alta de marcação do Atlético, especialmente na velocidade de Gabigol e Bruno Henrique. Para aumentar a pressão, Torrent tirou o meia Arrascaeta para a entrada do centroavante Pedro.

Mas o Atlético conseguia se segurar bem e, na segunda etapa, sofria menos com as investidas rivais. No ataque, Nathan chegou a fazer um golaço de cavadinha, mas o lance foi invalidado por impedimento.

Na metade do segundo tempo, Sampaoli promoveu a estreia do zagueiro Bueno e retomou o sistema com três defensores. A partir daí, o Atlético sofreu ainda menos. No fim das contas, grande vitória alvinegra no Rio de Janeiro.

FLAMENGO 0 X 1 ATLÉTICO

Flamengo
Diego Alves; Rafinha, Rodrigo Caio, Léo Pereira e Filipe Luís; Arão, Gerson (Vitinho, aos 34′ do 2ºT), Everton Ribeiro (Michael, aos 27′ do 2ºT) e Arrascaeta (Pedro, aos 14′ do 2ºT); Bruno Henrique e Gabriel
Técnico: Domènec Torrent
Atlético
Rafael; Igor Rabello, Gabriel (Jair, aos 43’ do 1ºT) e Junior Alonso; Guga, Allan, Alan Franco (Hyoran, aos 21′ do 2ºT), Nathan (Keno, aos 33′ do 2ºT) e Guilherme Arana; Savarino (Bueno, aos 22′ do 2ºT) e Marquinhos (Marrony, aos 22′ do 2ºT)
Técnico: Jorge Sampaoli
Gol: Filipe Luís (contra), aos 23’ do 1ºT (ATL)
Cartões amarelos: Bruno Henrique, aos 18′, Rafinha, aos 26′, e Pedro, aos 49′ do 2ºT (FLA); Jorge Sampaoli, aos 17’, e Gabriel, aos 37’ do 1ºT, Allan, aos 26′ do 2ºT (ATL)
Motivo: 1ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro
Data e horário: domingo, 9 de agosto de 2020, às 16h (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (FIFA)
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli e Anderson José de Moraes Coelho
VAR: Thiago Duarte Peixoto

Fonte: Super Sports

Click to comment

Deixe uma resposta

To Top
%d blogueiros gostam disto: