Copa Libertadores

Grêmio vence Inter com gol de Pepê e chega a 10 clássicos sem derrota

O Grêmio fez algo que tem feito repetidamente: venceu o Inter. Hoje (23), o time de Renato Gaúcho aplicou 1 a 0, no estádio Beira-Rio, pela quarta rodada do grupo E da Copa Libertadores. O gol foi marcado por Pepê, no segundo tempo do clássico 427.

Alisson e Matheus Jussa disputam a bola durante Gre-Nal pela Libertadores Imagem: Alexandre Schneider/Getty Images

O Tricolor não conhece derrota no Gre-Nal desde 2018. São 10 jogos de invencibilidade sobre o tradicional oponente. Seis vitórias e quatro empates. Neste ano são quatro vitórias em cinco jogos.

Agora com sete pontos, o Grêmio segue em segundo na chave apenas graças ao saldo de gols. O Inter lidera.

No fim de semana, Inter e Grêmio voltam ao Brasileiro. O Colorado encara o São Paulo e o Grêmio enfrenta o Atlético-MG. Ambos os jogos serão no sábado.

Pepê lembra Everton Cebolinha

Pepê lembrou Everton Cebolinha. Da esquerda para o meio, cortou e bateu de fora da área para vencer Marcelo Lomba. Em seu jogo número 100 pelo Tricolor, o atacante marcou seu 22 gol.

Jussa sofre jogando improvisado

Matheus Jussa só iniciou o Gre-Nal porque não havia opção. Improvisado na lateral esquerda, o jogador sofreu com as investidas de Alisson e Orejuela. Foi em cima dele que o Grêmio mais criou.

D’Alessandro completa 500 jogos

O jogo já se encaminhava para o fim quando o Grêmio marcou. E o gol abriu caminho para Eduardo Coudet mudar o time. A primeira alternativa foi D’Alessandro, que completou 500 jogos com a camisa vermelha, certamente longe do que pretendia.

O jogo do Inter: Sem saída, Inter usa bola longa

O Internacional perdeu uma de suas principais características contra o Grêmio: a saída em toques curtos. Com o bom sistema de pressão ofensivo do Tricolor, a equipe de Eduardo Coudet procurou na bola longa encontrar Abel Hernández para uma jogada de pivô ou escorada de cabeça. Não teve sucesso em boa parte dos lances. Preso na marcação, se limitou a trocar bola sem uma oportunidade evidente no primeiro tempo. A melhor delas foi uma troca de passes entre o uruguaio e Galhardo, que caiu após um carrinho e reclamou pênalti, não marcado pelo árbitro do jogo. No segundo tempo, o Colorado só teve ímpeto ofensivo realmente após sofrer o gol.

O jogo do Grêmio: Boa marcação e perto do gol

O Grêmio, além de tirar do Inter a saída de bola, conseguiu conter o rival com tranquilidade. Num primeiro tempo sólido, o Tricolor até esteve perto de marcar. Com as repetidas vitórias pessoais de Pepê sobre Saravia, o time de Renato Gaúcho fez cruzamentos perigosos e até uma conclusão próxima da meta de Marcelo Lomba. Mas também não conseguiu vazar a retaguarda rival na etapa inicial. Ainda que o Inter tenha crescido no segundo tempo, o Grêmio abriu o placar e passou a conservar o resultado na etapa final.

Renato Gaúcho passa Felipão e é segundo que mais treinou o Grêmio

No clássico de hoje, Renato Gaúcho se tornou o segundo técnico que mais comandou o Grêmio. Passando Felipão, agora Portaluppi tem 365 jogos no reservado azul, branco e preto.

Fonte: Uol

 

Click to comment

Deixe uma resposta

To Top
%d blogueiros gostam disto: