Nitro News Brasil

Noticias e informações sobre saúde COVID-19,coronavírus, Futebol e muito mais

Flamengo x Barcelona de Guayaquil: veja como assistir ao jogo do Mengão pela Copa Libertadores Ao Vivo Online e na TV

Anúncios

Flamengo e Barcelona de Guayaquil jogam quarta, 11 de março (11/03), às 21 horas e 30 minutos, no estádio Maracanã, no Rio de Janeiro. A partida é válida pela Libertadores. Confira como assistir à transmissão ao vivo do jogo

próximo jogo do Flamengo será contra o Barcelona de Guayaquil, do Equador, na próxima quarta, 11 de março (07/03), às 21 horas e 30 minutos, no estádio Maracanã, no Rio de Janeiro, pela Copa Libertadores da América. O jogo terá transmissão ao vivo pela televisão, diferente dos jogos do Rubro-Negro pelo Campeonato Carioca. Você pode assistir Flamengo x Barcelona de Guayaquil pela TV Globo ou SporTV.

O Flamengo estreou na Libertadores com vitória sobre o Junior Barranquilla por 2 a 1, na última quarta-feira, 4. Mesmo atuando fora de casa, o atual campeão da competição continental não se intimidou diante da equipe colombiana e buscou o gol desde o primeiro minuto.

Na noite desse sábado, 7, o Rubro-Negro voltou as atenções para o Campeonato Carioca e venceu o clássico contra o Botafogo por 3 a 0, pela segunda rodada da Taça Rio. Após um primeiro tempo apático, o Rubro-Negro retornou a todo vapor na segunda etapa e goleou o Alvinegro. Everton Ribeiro, Gabigol e Michael marcaram os gols da equipe da Gávea.

Com 100% de aproveitamento na Taça Rio, o Flamengo lidera o grupo A com 6 pontos. O Botafogo, que entrou na rodada como vice-líder, foi superado por Portuguesa, Boavista e Bangu e caiu para a quarta colocação.

Flamengo e Botafogo voltam a jogar pela Taça Rio no próximo domingo. O Fogão recebe o Bangu no Engenhão às 16 horas e o Fla joga contra a Portuguesa, às 18h30, no Maracanã.

O clássico no Maracanã começou bastante pegado. Para tentar segurar o poderoso Flamengo, o Botafogo fez um primeiro tempo muito eficiente. O técnico Paulo Autuori colocou em prática um sistema de marcação intensa, que impediu que o jogo do meio-campo rubro-negro fluísse.

O Flamengo mantinha mais a posse da bola e tentava pressionar o Alvinegro em seu campo, mas passou os primeiros 45 minutos sem conseguir produzir sequer uma chance real de gol. Com Everton Ribeiro, Michael, Gabigol e Bruno Henrique foram bem anulados e o ataque não funcionou.

Na metade da etapa, o técnico Jorge Jesus foi obrigado a improvisar o colombiano Berrío na lateral-direita. João Lucas sentiu uma lesão na coxa e não pode seguir em campo.

Mesmo com o time recuado, foi o Botafogo quem ameaçou mais. Foram duas boas oportunidades de marcar, além de um gol anulado por impedimento nos acréscimos.

Aos 31, Bruno Nazário cobrou falta na área e Pedro Raul, de carrinho, mandou a bola na trave. Já aos 42, Luis Henrique recebeu de Alex Santana, entrou na área e chutou. Diego Alves fez grande defesa e evitou o gol alvinegro.

Antes do apito final, Alex Santana roubou a bola de Michael e iniciou o contra-ataque em velocidade. Caio Alexandre recebeu na direita e cruzou para Pedro Raul. O atacante avançou e bateu no canto, mas o assistente levantou a bandeira e o VAR confirmou o impedimento.

O Flamengo demorou a voltar para o campo para o segundo tempo. Coincidência ou não, a equipe retornou mais ativa para a etapa final. Gatito Fernandes foi obrigado a trabalhar logo aos 4 minutos. Após Everton Ribeiro ser derrubado próximo à meia-lua da área, Willian Arão cobrou falta com categoria.

Jogando com bastante intensidade, o gol parecia ser questão de tempo. E não demorou. Aos 13, Renê lançou Michael na ponta esquerda, ele se livrou de Benevenuto e cruzou. Gatito desviou mas Everton Ribeiro aproveitou a sobra e bateu de virada para fazer 1 a 0.

O gol desarmou o esquema do Botafogo. O Flamengo seguiu mandando no jogo e ampliou aos 23. Renê tenta o cruzamento da esquerda mas a zaga rebate. O lateral esquerdo rubro-negro fica com a bola e toca para Gabigol. Da entrada da área, o camisa nove arriscou para o gol. A bola foi parar no fundo da rede após desviar em alguém na trajetória.

Sete minutos depois, bola recuada de Benevenuto para Gatito. O goleiro é pressionado por Everton Ribeiro, que toma a bola e sofre falta. O árbitro assinalou o pênalti e advertiu Gatito com um cartão amarelo.

Na cobrança, Gabigol tentou fazer a cavadinha e acertou o travessão. A bola voltou e Diego apareceu vindo de trás e, de cabeça, fez o terceiro. O gol foi checado pelo VAR e o árbitro mandou repetir o pênalti por conta da invasão da área na cobrança.

Na segunda cobrança, Gabigol bateu com muita força e acertou o travessão novamente.

O artilheiro se redimiu aos 40 com uma enfiada precisa para Michael, que fica de frente para Gatito. O ex-Goiás bateu cruzado e o goleiro alvinegro nada pode fazer.

Com informações da Gazeta Esportiva e Agência Brasil

 

Anúncios