jogos na TV

Flamengo negocia com mais três novas parcerias e anima financeiro

Recentemente o Flamengo fechou contrato com a Moss. A princípio, o Mengão tem quatro espaços livres para estampar no uniforme e foi no meião que um desses espaços foram preenchidos. A parceira com empresa Moss, até então a maior plataforma de créditos de carbono do mundo, terá vinculo até dezembro de 2021.

Mas, seguindo com uma preocupação financeira, visto que teve um déficit em 2020 nos cofres, o Flamengo segue em busca de mais parceiros. Todavia, o Rubro-Negro está próximo de um acordo para a manga da camisa e aguarda até então o aval do departamento jurídico para anunciar o negócio.

Todavia, a Empresa de transportes rodoviários, Itapemirim, é a negociação que acontece. Aideia inicial é de que o Flamengo receba R$ 12 milhões por ano para estampar a marca nas camisas de jogo. A informação foi inicialmente divulgada pelo portal Goal.

Entretanto, se tudo ocorrer dentro do esperado para o Flamengo, apenas a parte superior das costas ficará à disposição. Isso porque, ainda de acordo com o Goal, o Flamengo tem conversas com um patrocínio para o calção de jogo e os valores giram em torno de R$ 5 milhões de reais. A marca até então não teve nome revelado.

FOTO: MARCELO CORTES / FLAMENGO

O foco são os valores próximos a Crefisa

O dirigente do Flamengo, Gustavo Oliveira, assim que recentemente o Flamengo fechou contrato com a Moss, revelou que negociava as costas e a manga do uniforme:

– Se não está igual a Crefisa vai chegar muito próximo quando vendermos as costas e a manga. Ou vai ficar quase igual ou pouco menor. Será muito próximo do que paga. Não é um modelo comparável. Mais uma semana posso estar divulgando o patrocinador de calção, uma empresa tradicional, mas nova no mercado. Estou muito contente. Estamos detalhando coisas de contrato, tem processo de compliance da empresa. É uma empresa que não está no mercado de futebol do Brasil. Costas e manga estamos com três propostas andando. 

O post Flamengo negocia com mais três novas parcerias e anima financeiro apareceu primeiro em A Folha Hoje.

To Top