Nitro News Brasil

Noticias e informações sobre saúde COVID-19,coronavírus, Futebol e muito mais

Município paulista inicia testagem de covid-19 em domicílio

A prefeitura de São Caetano do Sul começa hoje (6) o programa de testagem domiciliar para detectar covid-19, aberto exclusivamente aos moradores com sintomas de gripe (como febre, tosse, coriza e outros). A prefeitura informou que a rede municipal tem 4 mil kits de testes para o programa.

O cidadão deverá registrar seus dados pessoais e informar os sintomas, a qualquer hora, no hotsite ou pelo Disque Coronavírus (0800 774 4002), que funcionará de segunda a sexta-feira, das 8h às 22h, e aos sábados, das 8h às 12h.

“Assim temos uma intervenção mais rápida, com diagnóstico precoce, e isolamos o morador com síndrome gripal – que pode ser um indicativo de covid-19-, diminuindo a exposição dele a outras pessoas e dos profissionais de Saúde aos riscos de transmissão do vírus”, afirmou o prefeito José Auricchio Júnior.

A iniciativa resulta de parceria com o curso de medicina da Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS) e o Instituto de Medicina Tropical da Universidade de São Paulo (USP). A General Motors do Brasil emprestou 18 carros utilização no programa.

“É uma estratégia de contenção da epidemia, baseada em princípios exitosos na Coreia do Sul e no Canadá, e que segue os parâmetros da OMS (Organização Mundial da Saúde), disse o professor do curso de Medicina da USCS e infectologista da rede municipal de Saúde, Fábio Leal.

Como funciona?

Após avaliação do cadastro realizado pelo cidadão, alunos do 5º e do 6º ano do curso de medicina da USCS ligarão para o morador em até 24h para complementar as informações. Depois deste atendimento, os profissionais vão decidir se o paciente será monitorado ou se já será enviada equipe para entregar o kit de testagem em sua casa.

Antes da entrega do kit, o morador receberá um vídeo explicativo para realizar a autocoleta, que consiste na retirada de secreções das narinas e da garganta por dois cotonetes.

A visita para entrega dos materiais será realizada por aluno e agente do Programa Saúde da Família, ambos devidamente identificados e com equipamentos de proteção individual. De acordo com a prefeitura, o material coletado será enviado para o Instituto de Medicina Tropical da USP e o resultado estará disponível em até 48 horas.