O que é noticia

“Não vou poder me despedir”, diz pai de Bianca Lourenço

O corpo da jovem que estava desaparecida desde o dia 3 foi encontrado mutilado pela Polícia Militar na noite de terça-feira (12).

O pai de Bianca Lourenço afirmou que não poderá comparecer ao enterro da filha, marcado para a tarde desta quinta-feira (14). O corpo da jovem de 24 anos foi encontrado na ilha do Fundão, na zona norte do Rio.

Bianca desapareceu no dia 3

Bianca desapareceu no dia 3 REPRODUÇÃO/RECORD TV RIO

À Record TV Rio, ele disse que precisou sair da cidade por receber ameaças de morte quando tentava localizar Bianca. Por acreditar que ela já estava morta, chegou a ir sozinho à comunidade Kelsons e pediu o corpo da filha ao chefe do tráfico de drogas, DT. O traficante seria o ex-namorado da vítima.

“O cara tem uma fortaleza com ele. É complicado.”, disse.

Bianca estava desaparecida desde o dia 3 de janeiro após ser retirada à força de um bar no Complexo da Penha, onde comemorava o aniversário de uma amiga. DT é o principal suspeito da morte da jovem por não aceitar o fim do relacionamento.

O corpo foi encontrado mutilado pela Polícia Militar na noite de terça-feira (12). As informações iniciais já apontavam que as tatuagens eram semelhantes às de Bianca. Também foi achado um biquíni igual ao que ela usava na última foto que postou nas redes sociais.

Em entrevista à Record TV Rio, na quarta-feira (13), o secretário de Polícia Civil, Allan Turnowski, afirmou que a polícia vai pedir a prisão do ex-namorado pela morte da jovem. Ele deve responder por feminicídio em razão da relação com a vítima e pelo crime ter sido motivado por ciúmes.

Em nota, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, afirmou que ofereceu apoio psicológico a família de Bianca. O órgão também informou que está auxilia no sepultamento da jovem.

*Estagiária do R7, sob supervisão de PH Rosa

Click to comment

Deixe uma resposta

To Top
%d blogueiros gostam disto: