#COVID19

URGENTE: 14º salário do INSS registra novo avanço no Senado

A antecipação pode provocar o aumento das chances dos segurados do INSS ficarem sem renda no final do ano.

Após mais de 40 mil pessoas assinarem o texto solicitando a parcela extra do 14° salário do INSS, o Senado Federal confirmou que votará a sugestão legislativa (SUG) do novo benefício, a ser paga ainda em 2020 aos aposentados e pensionistas do INSS.

A proposta de pagamento do 14° salário foi apresentada pelo advogado Sandro Gonçalves de Ribeirão Preto. Após isso, ela ela foi transformada em SUG.

De acordo com Sandro, a necessidade de um 14º salário veio após o 13º salário ter sido antecipado. A antecipação pode provocar o aumento das chances dos segurados do INSS ficarem sem renda no final do ano.

De acordo com o texto, o quadro de aposentadoria no país é bastante crítico, principalmente pelos idosos serem os mais vulneráveis à doença, além de terem ainda um consequente aumento nos gastos com medicamentos, conforme disse o presidente da Comissão de Direitos Humanos (CDH), senador Paulo Paim (PT-RS).

Além disso, em torno de 70% dos beneficiários da Previdência ganham um salário mínimo. No mês de abril, mais de 30 milhões de aposentados receberam o 13º antecipado.

O senador Paim, disse que não tem necessidade preocupar-se de onde sairá o dinheiro para bancar o 14º salário. Já que o Congresso aprovou a PEC do Orçamento de Guerra, que permite rapidez e menos burocracia no combate a pandemia do Covid-19. Ainda, o senador pretende transformar a SUG em um Projeto de Lei (PL).

Fonte: Concursos

 

Click to comment

Deixe uma resposta

To Top
%d blogueiros gostam disto: