O que é noticia

População ignora regiões em alto nível de contaminação e lota praias no Rio

Sábado ensolarado teve cenas de aglomeração na faixa de areia e nas áreas de lazer

Foto: Cléber Júnior/Agência O Globo Praias lotadas no Rio viraram cenário comum em meio à pandemia da Covid-19

Os cariocas voltaram a lotar as praias da Zona Sul da cidade do Rio de Janeiro neste sábado (16) após um dia ensolarado na capital carioca. Foram registradas cenas de aglomeração na faixa de areia mesmo com 28 regiões administrativas da cidade apresentando alto risco de contaminação de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2).

Na Zona Sul, do Leme ao Leblon, era possível observar as areias com vários banhistas e muita gente no calçadão. As máscaras de proteção, item obrigatório para sair de casa, foi visto em poucos rostos. No Aterro do Flamengo, tradicional área de lazer do carioca, a situação era semelhante.

Nesta sexta-feira (16), a Secretaria Municipal de Saúde divulgou boletim epidemiológico que apontou uma piora no cenário da pandemia na cidade. De acordo com a pesquisa, 85% das 33 regiões administrativas da capital estão com o nível alto de transmissão do novo coronavírus. Na semana passada, as áreas nesse estágio eram 18.



O bairro de Copacabana, um dos principais pontos turísticos do Rio, que está entre as 28 regiões de alto risco de contaminação, também recebeu centenas de banhistas em sua praia.

Segundo o Painel Rio Covid-19, feito pelo Instituto Pereira Passos, até às 18h de sexta-feira, o Rio de Janeiro registrou 16.017 óbitos em decorrência do novo coronavírus. A cidade já teve 178.464 casos confirmados e 152.639 pessoas se recuperaram da Covid-19.

Fonte: IG São Paulo

 

Comments
To Top